Carta aberta a conservadores e homofóbicos

Atualizado: 30 de Mai de 2019


Sim, caro conservador e homofóbico, estamos em uma ditadura gayzista. Na verdade, eu prefiro chamar de ditadura LGBTIzista. Mas chame como quiser. Não queria admitir, mas existe sim um plano conspiratórios de gays, lésbicas, bissexuais, travestis, transexuais e intersexuais para dominar o mundo. Saiba que essa ditadura não começou agora. Há anos e anos estamos tentando doutrinar e conquistar o mundo hétero. Começou logo depois da II Guerra Mundial, quando centenas de milhares de gays foram perseguidos, humilhados, torturados e mortos por Hittler. Nunca superamos isso. Na surdina (ou na balbúrdia) nossos ativistas conseguiram se organizar e conquistar aos poucos coisas nunca antes pensada (chamamos de ativistas os nossos soldados). Começamos colaborando com a escrita da Declaração Universal dos Direitos Humanos, onde conseguimos ser identificamos como humanos. Garantimos o direito de não sermos exterminados. Depois, conseguimos sair da lista de doentes mentais da Organização Mundial de Saúde. É… chegamos na ONU! Os choques elétricos e internação à força não foram mais permitidos. Conseguimos impedir que psicólogos nos tratassem para “nos consertar”. Ardilosos que somos, levamos gente importante a acreditar que somos normais e não incapazes. Com muito empenho, conseguimos garantir o direito à herança e plano de saúde aos nossos companheiros de vida. Dia desses, as pessoas trans conseguiram doutrinar a cabeça dos juízes para poderem usar o nome que se reconhecem e não o nome de nascimento. Mas a gente não parou por aí! Convencemos juízes que tínhamos o direito de nos casar com quem quisermos e garantir os mesmos direitos dos casais héteros. Podemos ter filhos adotivos, se quisermos. Só que agora fomos longe demais! Conseguimos chegar ao ponto de doutrinar o Supremo Tribunal Federal para que considerem crime de ódio quando alguém nos xingar, ofender, bater, espancar, expulsar, rejeitar e matar por nossa sexualidade. Conseguimos convencer que o racismo é a tentativa ou ação que desumaniza outro humano. Sim! Estamos sendo considerados humanos! Estamos chegando lá! Nosso plano de dominação não acabou, ainda. Queremos convencer a humanidade que somos todos iguais em dignidade e direito. Então, enquanto você não é doutrinado por nossos ativistas, recomendo que repense seus desejos ocultos e controle sua fúria e desprezo por nós, LGBTI. Uma das estratégias da nossa dominação é denunciar quando alguém tentar nos desumanizar. Por isso, enquanto você se preocupa com a dominação da ditadura gay, eu só te peço pra tirar o seu ódio do caminho porque eu quero passar com meu “jeitinho de viado”.

12,048 visualizações

Redes sociais e contato

  • YouTube
  • Fanpage
  • Instagram
  • Twitter
  • WhatsApp

©2012 por Rede Mundial de Pessoas que Vivem e Convivem com HIV